BLOG

Como utilizar instagram como prova?

Verifact-3

Post, comentários e stories de Instagram podem ser usados como provas em processos judiciais.

Print screen não são formas confiáveis de registro, pois a internet é um meio volátil e este meio de prova é facilmente manipulável e geralmente desconsiderado no processo.
É importante registrar as provas de forma que gere confiança, utilizando técnicas forenses, que evitem fraudes ou manipulações e preservem este material de forma imutável, que possa ser analisado posteriormente caso necessário, além de preservar uma cadeia de custódia confiável, conforme exigências do Pacote anticrime.

A solução tecnológica da Verifact atende a todas estas exigências. De modo geral, qualquer pessoa, seja advogado, empresa ou vítima de crimes cometidos na internet consegue registrar as provas digitais sem ajuda de ninguém, de casa, a partir de um computador ou notebook com internet.

O sistema não possui mensalidades, nem planos, basta criar uma conta no site da Verifact, comprar a quantidade de relatórios desejada ( cada um custa R$ 69), seguir as orientações e fazer o registro.

Através da plataforma, é possível registrar como prova conteúdos web, como conversas de redes sociais como instagram, facebook, whatsapp web, telegram, sites, e-mails, entre outras plataformas.

São registráveis áudios, vídeos ( incluindo stories), imagens, textos, desde que acessados por um navegador, como chrome ou firefox, por exemplo.

Para registrar provas que estão no Instagram de forma ágil, segura e confiável, basta:
criar um login com senha em www.verifact.com.br; .
comprar créditos para emissão de relatórios. Cada um custa R$69,00 pagos via plataforma;
Com a conta logada, através de um computador com internet, clicar no botão “novo registro”, digitar o link www.instagram.com no campo solicitado e entrar na sua conta. Aí é só seguir as orientações da plataforma e registrar o conteúdo desejado. É importante registrar sempre o contexto da situação: quem fez, o que fez, para quem fez, quando, por quê e onde. Quanto mais informações você registrar, melhor.

Para gravar videos e áudios , de play e assista é ouça do início ao fim, tudo dentro da plataforma, durante a sessão criada.

Para encerrar a sessão, basta clicar no botão “finalizar registro”. Dentro de alguns minutos, é gerado um relatório técnico em PDF-A, o vídeo de registro da navegação, as imagens e arquivos baixados, além de metadados técnicos.
É só baixar os materiais e encaminhar para o processo ou denúncia.

A ferramenta é utilizada pela Polícia Civil do Paraná, Ministério Público da Bahia, advogados, empresas e pessoas naturais e é meio de prova válido conforme novo CPC, de acordo com os Art. 369 e Art.411 e possui precedentes no TJSP, TJPR e TJPE.

Utiliza meios regulamentados pelo governo brasileiro – MP 2.200-2/2001.As provas registradas via Verifact utilizam técnicas forenses internacional na captura ( aderentes a norma internacional – ISO/IEC 27037).

Internet não é terra sem lei. O que é crime fora da internet também é crime na internet.

Nas categorias: